Estes 5 cortes de cabelo nunca passam de moda

 

Elegância e sofisticação são os melhores adjetivos para descrever qualquer um destes penteados.

 

Mas não só: com o estilo certo e o styling apropriado, poderá ter irreverência ou um look edgy. As nossas galerias são a prova disso!

 

 

Contamos-lhe tudo sobre os 5 cortes de cabelo que nunca vão passar de moda:

 

 

#BOB

 

 

Corte a direito, mais curto, cujo ponto de referência é a linha do queixo (pode ser um pouco mais acima ou abaixo).

Pense em Anna Wintour, a mais emblemática “embaixadora” deste corte, nos últimos anos. Mas sabe que este é um dos mais antigos cortes de cabelo? Usado em jovens visionárias em plena primeira Guerra Mundial, estas eram vistas como pouco respeitáveis devido a este corte!

 

Originalmente, em 1910, tinha franja, mas hoje em dia não é imperativo. 

 

 

 

#PIXIE

 

 

Popularizado nos anos 50, este corte tem como suas eternas representantes as icónicas Audrey Hepburn, Twiggy e Mia Farrow.

 

Este corte é curto dos lados e atrás, mas com algum comprimento na parte superior.

 

 

 

#FRANJA

 

 

 

Um clássico em qualquer década, em qualquer lugar, é, no entanto, muito associado ao estilo parisiense, graças a ícones de estilo como Jane Birkin.

 

Pode ser feita de diferentes formas, comprimentos e com styling diferente (natural, direito, aberto ao meio).

 

 

 
#LOB

 

 

Uma adaptação do BOB, com um comprimento mais longo, abaixo do queixo.

 

Um corte recente, comparado com os anteriores, no entanto, sentimos que veio para ficar!

 

 

 

#MÉDIOLONGO

 

 

Mais que um corte, um comprimento. Não deve, no entanto, ser cortado a direito, para não perder o movimento natural do cabelo – essencial para o sucesso deste visual!

 

 

 

 

 

#UmClássicoÉUmClássico