First Hair Problems: Queda de Cabelo

 

 

A queda de cabelo é mais recorrente do que pensamos e cada vez afecta faixas etárias mais jovens. Formalmente, ganha o nome de alopecia e pode classificar-se em diferentes estados:

– Ocasional;

– Progressiva;

– Patológica;

– Fisiológica.

 

Em 2017, 73% dos portugueses revelaram sofrer de perda capilar. Apesar da maioria dos casos ser um problema “natural” para Homens e Mulheres, há diferentes factores que potenciam esta queda.

O stress, a alimentação, as alterações hormonais são alguns dos indicadores que levam cada vez mais pessoas a sofrer de perda de cabelo ocasional ou progressiva.

Sabemos que em fases de queda de cabelo mais acentuada, o primeiro sentimento é: pânico.

Mas calma! Siga os passos adequados. A queda de cabelo é controlável. Salvo as exceções em que esta demonstra ser muito acentuada e recorrente – nestes casos, o melhor será aconselhar-se junto do Médico de Família porque entre as diferentes causas, a falta de determinadas vitaminas ou minerais pode ser uma delas.

 

É importante perceber que a queda de cabelo não é repentina, os fios vão enfraquecendo e perdendo contacto com a raiz até acabarem por cair. Segundo os especialistas falamos de queda capilar quando existe um enrijecimento da bainha de colagénio ou, simplificando, a estrutura interna do cabelo. Este enrijecimento vai afetar o desenvolvimento do folículo capilar, o que significa que o cabelo fica mais fraco até acabar por cair. Quando voltar a nascer, a tendência é que seja mais fino.

No entanto, há momentos da vida mais propícios à perda de densidade capilar:

 

# Baby Boom

 

Durante a gravidez, a percentagem de cabelos aumenta significativamente bem como o brilho, luminosidade, suavidade. Toda uma explosão de benefícios para os fios de cabelo que se perdem depois do parto.

E a nossa genética sempre a dar-nos lições! Entre o primeiro e o quarto mês, a queda de cabelo da mãe tem tendência a aumentar, principalmente se amamentar ou se estiver anémica, com falta de ferro no sangue.

No entanto, tudo voltará ao normal ao final de um ano. (Um ano?!) Não se assuste. Um ano passa a correr. E quando der conta, também o bebé já anda a correr pela casa.

 

# Má alimentação

 

A expressão “alimente o seu cabelo” não diz respeito apenas aos produtos profissionais que pode e deve adequar às suas necessidades capilares. As escolhas que tem no prato, aquelas que faz de faca e garfo, são essenciais para um cabelo saudável e forte. O cabelo quebradiço e a consequente queda são muitas vezes originados por défices de vitaminas.

Aquelas dietas que assumem o corte radical de determinados alimentos em prol de resultados milagrosos não só não garantem um sucesso a longo prazo como danificam os fios de cabelo. A ideia que devemos reter é simples, as restrições alimentares, no limite, não garantem os nutrientes essenciais para a renovação capilar. Opte por fazer uma alimentação com a qual se sinta bem mas garanta a riqueza nutricional dos alimentos que escolhe.

 

 

 

 

# Nervos em franja

 

Ansiedade, o problema do século XXI, consequência de um estilo de vida caracterizado por stress, responsabilidades e mais algum stress porque em boa verdade, ele é capaz de se acumular em pilhas na nossa vida.

Como consequência, temos as noites mal dormidas, uma má alimentação, um descontrolo que chega a ser fisiológico e hormonal. Nada que abone a favor dos nossos fios de cabelo.

Felizmente ainda não somos seres mecânicos e todas as nossas escolhas diárias têm consequências. As alterações no estado psicológico levam a que a nossa rotina se altere e culmina em fraqueza física. Pois bem, a produção capilar é um processo natural e é também ele, naturalmente afectado pelas carências do sistema imunitário.

 

 

https://www.instagram.com/p/BwXNFI9Dpd0/

 

Soluções?

Uma vida em desequilíbrio, feita de escolhas condicionadas nunca será benéfica, nem para si, nem para a sua saúde. Comece por fazer pequenas grandes mudanças na forma como organiza a sua rotina. Não somos especialistas nem aficionadas do Coach mas sabemos que o dia-a-dia é feito de pequenas opções. Opte sempre pelo que lhe faz bem. Pelo que lhe traz benefícios. Pondere se assumir determinadas posições na vida lhe garantem mais benefícios ou, pelo contrário, se se revelam pesos que a longo prazo terá dificuldade em superar.

 

Terminando a lição do dia, não podíamos terminar sem revelar aquela dica expertise, tecnologicamente avançada que, acredite, vai fazer a diferença.

A combinação do shampoo Density Advanced cuja função é aumentar a densidade capilar com as ampolas Aminexil que previnem a queda de cabelo.

 

– Fase 1: shampoo Density Advanced – aumenta a densidade capilar – este shampoo combinado com as ampola Aminexil cuja função é prevenir a queda.

O aplicador roll-on permite a estimulação da microcirculação enquanto salva 8.000 cabelos em 42 dias.

 

 

 

Esta é uma solução que sugerimos para casos em que a queda de cabelo se vai acentuando ao longo do tempo, no entanto, reforçamos, aconselhe-se junto do seu profissional. Só ele saberá adequar os produtos profissionais às suas reais necessidades. Dê ao seu cabelo a atenção que merece. Promova o equilíbrio em todas as escolhas e não se vai arrepender.